O Que Fazer Com o Cachorro na Queima de Fogos?

O Que Fazer Com o Cachorro na Queima de Fogos

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Anúncios

Como acalmar cachorro com medo de fogos de artifício?

Seja em dias de jogos de futebol, natal e véspera de ano novo ou outra celebração, muitos cachorros sofrem com a queima de fogos, os donos sempre ficam sem saber o que fazer com cachorro na queima de fogos. Aqui no Cachorro de raça, sempre recebemos e-mails e comentários de proprietários, pedindo mais informações sobre como acalmar seu cachorro com medo de fogos de artifícios.

Porque os cachorros sofrem com fogos?

Os cães geralmente ficam ansiosos durante os fogos de artifício. Acredita-se ainda que nos dias festivos e ano novo é o dia em que muitos cachorros fogem de casa. Mas porque os cachorros têm medo de fogos?

“Pode ser o cheiro. Pode ser o barulho e os flashes de luzes ”, diz Judy Morgan, Médico veterinário, do Dr. Judy Morgan’s Naturally Healthy Pets com sede em Woodstown, New Jersey. Seu cachorro pode “tremer, se sacudir, estremecer, uivar e latir – alguns deles ficam muito assustados a ponto de querer se esconder ou fugir”.

Se você não tem certeza de como seu cachorro pode reagir, Morgan diz que os filhotes que não lidam bem com tempestades provavelmente também ficarão com medo de fogos de artifício depois de adultos. 

Mas temos uma boa notícia: existem medidas que você pode tomar para ajudar seu cachorro. Aqui estão dez dicas, aprovadas por especialistas, para evitar que seu cachorro surte durante a queima de fogos de artifício.

1. Mantenha seu cachorro longe dos fogos de artifício

“Em primeiro lugar, não leve seus cachorros a shows, festas ou comemorações com queima de fogos de artifício”, diz Morgan. “E não os deixe do lado de fora de casa durante a queima de fogos.” Manter o cachorro dentro de casa na noite de ano novo é a melhor ideia, principalmente se você suspeita de que ele não reaja bem aos fogos.

2. Identifique seu animal de estimação

Verifique de que as informações na coleira do seu animal de estimação sejam atualizadas e que o seu cachorro tenha um microchip com um dispositivo GPS. “Se eles escaparem, há uma chance maior de serem encontrados e devolvidos”, diz Morgan.

3. Crie um refúgio seguro para o seu cão

Morgan recomenda criar um lugar onde seu cão se sinta confortável e seguro. “Você deve acostumar seu animal de estimação a se refugiar em um ambiente calmo. Os cães são animais de toca – eles vão procurar abrigo, caso fiquem em pânico, como uma “caverna” para se proteger ”.

Tente instalar uma área em um espaço silencioso longe das janelas – como um porão ou um casinha para cães isolada- para que eles não possam ouvir ou ver os fogos de artifício. Use uma caixa, pode ser de papelão como refúgio para seu animal, onde seu cão se sinta seguro. Além disso dê a ele seus brinquedos favoritos, guloseimas e petiscos que ele mais gosta para distraí-lo. 

4. Ligue o som

Você pode tentar deixar um ventilador, TV ou rádio ligado para ajudar a mascarar os sons dos fogos de artifício.

“Há algumas músicas clássicas e relaxantes que tem efeitos calmantes para os cães”, diz Jenn Stanley, consultora de comportamento e treinadora profissional de cães, e coproprietária da Awesome Pawsabilities Pet Training & Behavior Consultations com base em Carolina do Norte.

5. Conforte seu cão

Se puder, tente ficar em casa com seu cachorro nos dias de queima de fogos ou deixá-los com uma pessoa de confiança, como um parente ou vizinho, caso você tiver que sair em um dia de queima de fogos. Se isso for impossível ou incomodo, considere deixar seu cão em um hotel para cães ou usar um serviço de hospedagem como o Dog Hero.

“Você deve confortar seu cão se ele estiver com medo”, diz Stanley. “O segredo está em como você fará isso. É importante manter a calma e usar um tom voz suave e uniforme. Acariciá-los, também pode ser reconfortante – faça caricias longas, lentas e firmes no corpo do animal, isso é muito reconfortante e calmante para eles. ”

Se seu cão parece estar frenético e agitado, diz Stanley. Conforte-o dizendo: “Está tudo bem, está tudo bem, está tudo bem” em um tom de voz  calmo. Isso pode fazer seu cão pensar que realmente não há algo a temer. Faça o possível para manter a calma e ser reconfortante para ajudar seu companheiro canino.

6. Passeie com seu cão antes do início da queima de fogos

Saia para rua e faça uma longa caminhada antes da queima de fogos, isso deixa seu cão mais calmo e relaxado. Quando você sair, certifique-se de que seu cão esteja bem preso na coleira, pois pode haver queima de fogos antes do horário esperado.

“Verifique novamente o ajuste da coleira ou guia do seu cão antes de sair. Uma coleira com uma guia curta é uma boa medida de segurança para ajudar a manter seu cão perto de você e sob controle caso ele se assuste ”, diz Stanley.

7. Acostume seu cão aos sons dos fogos de artifício

Se você suspeita que seu cão vai pirar com os sons dos fogos de artifício, tente tocar sons de queima fogos de artifício (suavemente) para que seu cão se acostume com o barulho. Experimente colocar um vídeo dos sons de fogos de artifício com uma guloseima de que seu cão goste, sugere Stanley. É um processo chamado contra condicionamento.

“O volume deve ser baixo o suficiente para que seu cão possa notar, mas não apresente sinais de estresse, como arfar, andar de um lado para o outro, sair da área ou tentar se esconder”, diz Stanley. “Chamamos isso de manter o cão ‘abaixo do limite’ e possibilita que ele se acostume gradualmente com o barulho.

Se o cão não ficar estressado, e tentando escapar da situação, aprenderá que a queima de fogos não é uma ameaça. ” Aumente o volume gradualmente, variando a fonte do som e usando diferentes gravações. Você encontra vários sons de queima de fogos no You Tube.

8. Fale com o veterinário

Se a ansiedade do seu animal for severa, considere marcar uma consulta com o veterinário com bastante antecedência da queima de fogos. Ele pode prescrever um medicamento que pode ajudar a aliviar a ansiedade do seu cão.

Protetor de ouvido para cães

“Se você tem um cachorro que tem muito medo de fogos e não fez nenhum trabalho de preparação, e sabe que seu animal vai entrar em pânico, tente um tratamento terapêutico”, diz Morgan. Você também pode perguntar ao veterinário sobre guloseimas calmantes para cães, vendidos sem prescrição médica. Ou tentar os protetores de ouvido para cães, vendidos nas pet shops ou on-line.

9. Considere a contratação de um adestrador

Se o medo de fogos está afetando muito a sua vida e do seu cão, considere contratar a experiência de um adestrador, diz Stanley.

“Você pode contratar um treinador ou consultor comportamental para dessensibilizar seu cão aos fogos de artifício ou outros medos que ele tenha – nunca é cedo demais para adestrar seu cão”, mesmo que ele seja adulto.

10. Antecipe-se aos dias de queima de fogos

Fique atento aos dias de jogos de futebol mais importantes, dias santos e feriados comemorativos, os quais você saiba ou preveja que haverá queima de fogos. Dessa forma poderá se preparar com antecedência e evitar que seu cão entre em pânico e destrua sua casa.

Escrito por:

Andrea Menengoy

Fonte: https://www.akc.org/

 

LEIA TAMBÉM:

O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento.

ASSINE NOSSO SITE E RECEBA EM SEU E-MAIL OS NOVOS ARTIGOS

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Gostou desse artigo? Deixe um comentário