O que é prolapso retal em cães? (Sintomas e Tratamento)

O que é prolapso retal em cães

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

O prolapso retal em cães é quando as camadas internas do reto – a região final do intestino grosso – saem para fora e se projetam do ânus. Geralmente isso acontece quando os cães se esforçam para defecar, urinar ou dar à luz.

O prolapso retal pode ocorrer em cães de qualquer raça, idade ou sexo por várias razões, incluindo distúrbios digestivos e urinários. Com o tempo, a circulação sanguínea no reto pode ficar comprometida e o tecido retal pode sofrer danos facilmente.

Índice:

 

Isso deve ser tratado como uma emergência e precisa de cuidados veterinários imediatos. Se você observar os sintomas de prolapso retal em seu cão,  então consulte seu veterinário para que ele possa confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Abaixo está o que você deve saber sobre os sintomas, causas e tratamentos para o prolapso retal em cães .

Sintomas

A maneira mais óbvia de detectar o prolapso retal em cães é pelo tubo rosa de carne que se sai do ânus do animal, principalmente depois dele fazer cocô ou xixi.

Se a circulação de sangue no reto do animal estiver comprometida, a o tubo rosa pode ficar roxo ou preto.

O prolapso pode estar incompleto, o que significa que apenas uma pequena parte do revestimento retal sai quando um cão faz cocô, mas desaparece logo depois. Ou, o prolapso pode ser completo, o que significa que um grande pedaço do tecido é visível.

Cães que sofrem de prolapso retal provavelmente se esforçam demais para fazer cocô e também podem lamber o tecido prolapsado.

O que causa o prolapso retal em cães?

As infecções parasitárias são a causa mais comum do prolapso retal em cães , mas existem várias outras causas possíveis.

O problema costuma acontecer em filhotes com menos de seis meses de idade, embora possa acontecer em cães de qualquer idade.

Abaixo estão algumas doenças e causas do prolapso retal em cães:

  • Diarreia
  • Constipação ( prisão de ventre )
  • Fazer força para defecar
  • Irritação ou inflamação intestinal
  • Infecção bacteriana ou viral
  • Aumento da próstata
  • Tumores retais ou anais
  • Inflamação da bexiga
  • Pedras no trato urinário
  • Parto ou parto anormal
  • Desvio retal
  • Doença do saco anal
  • Hérnia perineal
  • Estreitamento retal ou anal (causado pelo tecido cicatricial de lesão ou inflamação)

Como tratar prolapso retal em cães?

Como tratar prolapso retal em cães?
Somente um veterinário pode tratar o prolapso retal em cães

O tratamento depende da causa e do dano no tecido retal.

Se houver uma infecção (bacteriana, viral ou parasitária), então o veterinário precisará tratar a infecção. Isso geralmente é feito com antibióticos ou medicamentos antiparasitários. 

Se o tecido retal não sofreu muitos danos, o veterinário provavelmente tentará empurrar manualmente o reto de volta ao lugar e fazer uma sutura ao redor do ânus, que deve ser retiras a cerca de 48 horas depois. O veterinário pode anestesiar o animal, como uma anestesia epidural, para aliviar o desconforto e ador. Mas o cão ainda poderá defecar enquanto os pontos estão cicatrizando.

Às vezes, esse procedimento falha e, nesse caso, o veterinário pode realizar uma coloplexia. Este é um procedimento mais invasivo, no qual o veterinário abre o abdômen do animal e prende o cólon à parede abdominal para impedir que o reto escorregue novamente.

Quando o tecido retal está muito danificado, e se outros procedimentos falharem, os veterinários podem remover o tecido cirurgicamente. Nesses casos, o restante do intestino grosso do seu cão e preso no interior do ânus. Este procedimento pode ser necessário se o prolapso retal do cão se repetir após ter sido suturado de volta anteriormente.

Seu veterinário, provavelmente tentará evitar a cirurgia no reto do seu cão, sempre que possível. Pois essas cirurgias acarretam complicações graves, como incontinência fecal e infecção. É por isso que é fundamental que o prolapso retal do seu cão seja tratado o mais rápido possível, enquanto o tecido ainda pode ser salvo e não amputado.

Até que você possa levar seu cão ao veterinário para tratamento, verifique se ele não lambe, morde ou mastiga o tecido retal prolapsado. Mantenha o tecido prolapsado hidratado com panos úmidos e quentes para dar ao seu cão a melhor chance de recuperação sem precisar da amputação.

Conclusão:

O prolapso retal em cães ocorre quando o animal tem determinadas doenças, ou prisão de vente. É mais comum em filhotes, mas pode ocorrer em todas as raças de todas as idades.

Se você notar que o reto do seu cão está pra fora do anus, então, procure um médico veterinário o mais rápido possível para evitar complicações graves, como a cirurgia e amputação do canal retal.

Esse artigo é meramente informativo, dessa forma não deseja substituir a consulta de um médico veterinário.

Fontes:

https://www.vetinfo.com/rectal-prolapse-in-dogs.html

LEIA TAMBÉM:

Aprenda a adestrar o seu cão Passo a Passo
O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento.

ASSINE NOSSO SITE E RECEBA EM SEU E-MAIL OS NOVOS ARTIGOS

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Gostou desse artigo? Deixe um comentário

Rolar para o topo
%d blogueiros gostam disto: