Como saber se o cachorro está com gripe?

Para ter como saber como o cachorro está com gripe, observe esses sintomas de gripe canina.

Como saber se o cachorro está com gripe

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

O que é gripe canina?

A gripe canina ou gripe de cachorro, é uma infecção viral altamente contagiosa que afeta não só os cães mas também os gatos, os sintomas podem ou não ocorrer e serem percebidos, e pode ser difícil como saber se o cachorro está com gripe.

Índice:

A gripe canina é um vírus influenza do tipo A . Atualmente, duas cepas do vírus da influenza canina foram identificadas: H3N8 e H3N2.

Os vírus da gripe canina são capazes de mudar rapidamente e dar origem a novas cepas que podem infectar animais diferentes. Ambas as cepas de influenza canina identificadas, podem ter sido originadas de cepas de influenza conhecidas por infectar outros animais além dos cães. Em algum momento, esses vírus adquiriram a capacidade de infectar os cães e serem transmitidos de cachorro para cachorro.

Gripe canina é contagiosa

A gripe canina é transmitida através das gotículas ou aerossóis contendo secreções respiratórias da tosse, latidos e espirros.

Cães em contato próximo com cães infectados em locais como canis, pet shops, banho e tosa e abrigos têm maior risco de infecção.

A gripe canina também pode se espalhar indiretamente através de objetos (por exemplo, tigelas de comida e água, coleiras, guias e brinquedos) ou pessoas que estiveram em contato com cães infectados. Pois isso é importante limpar e desinfetar os objetos que entraram em contato com um cão infectado para evitar a exposição de outros cães ao vírus.

Da mesma forma, as pessoas que estiveram em contato com um cão infectado devem lavar as mãos com água e sabão e lavar a roupa para evitar a propagação do vírus.

O vírus pode permanecer vivo, e ser capaz de infectar, nas superfícies por até 48 horas, nas roupas por 24 horas e nas mãos por 12 horas. Por isso importante fazer procedimentos de desinfecção para reduzir o risco de transmissão da gripe canina.

O H3N8 tem um período de incubação de 1 a 5 dias, com os sintomas aparecendo 2 a 3 dias após a exposição, na maioria dos casos,  . Cães infectados com H3N2 podem começar a mostrar os sintomas respiratórios ( tosse e coriza ) entre 2 e 8 dias após a infecção. Os cães são mais contagiosos durante o período de incubação e liberam o vírus, embora não apresentem sintomas da gripe canina.

Alguns cães podem não mostrar sintomas, mas têm a gripe “encubada” e transmitem o vírus.

Sintomas de gripe canina

Como saber se o cachorro está com febre
Sintomas de gripe canina

Para ter como saber se o cachorro está com gripe, observe esses sintomas:

  • Tosse
  • Febre
  • Letargia
  • Coriza ( nariz escorrendo )
  • Secreção ocular
  • Falta de apetite

Mas, dependendo da gravidade, a gripe canina pode não causar nenhum dos sintomas descritos acima, bem como uma infecção mais grave, pode causar pneumonia e até a morte do animal.

Além disso, a gripe canina não pode ser diagnosticada apenas pelos sintomas (tosse, espirros e secreção nasal), porque também são sintomas de outras doenças respiratórias caninas.

O veterinário pode realizar ou solicitar testes e exames para diagnosticar e identificar as cepas do vírus da influenza canina. 

Gripe canina pode matar?

O vírus da gripe canina infecta e se multiplica dentro das células do trato respiratório do animal, desde o revestimento nasal até as vias aéreas terminais.

A infecção causa rinite, traqueite, bronquite e bronquiolite. A infecção mata as células epiteliais que revestem o trato respiratório, expondo a membrana basal . Isso coloca o trato respiratório do animal sujeito a infecções bacterianas secundárias que causam a coriza e a tosse.

A maioria dos cães infectados tem a forma leve da gripe canina. A taxa de morbidade (número de animais expostos ao vírus e que tem a gripe) é estimada em 80%. A taxa de mortalidade (morte) é baixa; menos do que 10% dos animais contaminados. As mortes ocorrem principalmente nos cães que tem a forma grave da doença.

A maioria dos cães se recupera dentro de 2 a 3 semanas. No entanto, alguns cães podem desenvolver infecções bacterianas secundárias que podem levar a doenças mais graves e pneumonia.

Se você está preocupado se seu cachorro está com gripe e tem sintomas da gripe canina, então deve entrar em contato com o veterinário.

Gripe canina tratamento

Como saber se o cachorro está com gripe
Gripe canina tratamento

O tratamento da gripe canina consiste em grande parte em manter o cão hidratado e confortável, enquanto seu corpo se recupera e o sistema imunológico do animal prepara uma resposta à infecção.

Na forma mais branda da gripe, esse tratamento pode incluir medicamentos para deixar seu cão mais confortável e calmo e líquidos reidratantes para que ele fique bem hidratado.

Remédio para gripe canina

Antibióticos de amplo espectro podem ser prescritos pelo seu veterinário se houver suspeita de infecção bacteriana secundária.

Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, conforme necessário para reduzir a febre e a inflamação.

Reidratantes orais ou injetáveis para ajudar a corrigir a desidratação ou manter a hidratação.

Conclusão:

A gripe canina é altamente contagiosa, apesar da taxa de mortalidade ser baixa, a cerca de 10%, causa sintomas que podem deixar o proprietário preocupado. Não tem como saber se o cachorro está gripado apenas observando os sintomas, somente um veterinário pode dar o diagnostico correto, solicitando exames e testes para o vírus.

Esse artigo é epenas para informar o leitor, se perceber que seu cachorro está com sintomas da gripe canina, procure um médico veterinário. Nunca dê medicamentos humanos para seu cachorro, pois pode ser perigoso e fatal. 

LEIA TAMBÉM:

Aprenda a adestrar o seu cão Passo a Passo
O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento.

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *