Como é a Doença do Carrapato

Milhares de doenças transmitidas por carrapatos caninos são diagnosticadas anualmente. Muitos outros não são diagnosticados e, portanto, não são tratados. Embora existam muitas doenças transmitidas por carrapatos, sete são consideradas mais comuns que outras.

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

O que é a doença do carrapato?

A doença do carrapato é uma ameaça não só a saúde humana mas também a canina. Os carrapatos são parasitas que se ligam a animais e pessoas, se alimentam de sangue e transmitem doenças diretamente ao hospedeiro. A doença ocorre quando um carrapato infectado morde um cão ou um humano e transmite a doença para a vítima.

Leia também

A infestação de carrapatos está mudando devido às mudanças climáticas, desmatamento e mudanças nos padrões de vida e migração de pássaros e roedores. Isso pode variar anualmente ou mesmo por estação. Os carrapatos estão em praticamente todas as partes, incluindo algumas áreas urbanas e em muitas partes do mundo. Eles representam um perigo para as pessoas e para os animais de estimação.

Doenças transmitidas pelo carrapato

As doenças transmitidas por carrapatos mais importantes que afetam os cães são: a doença de Lyme , Erliquiose, Anaplasmose, Febre maculosa, Babesiose, Bartonelose e Hepato zoonose. Todos podem ter sérias conseqüências para a saúde dos cães e muitos podem ter sérias conseqüências para a saúde das pessoas.

Conteúdo:

  1. Doença de Lyme
  2. Erliquiose canina
  3. Anaplasma
  4. Febre maculosa
  5. Babesiose
  6. Bartonella
  7. Hepato zoonose
Doença do Carrapato
Doença do Carrapato

Doença de Lyme

A doença de Lyme é uma doença infecciosa causada por uma bactéria transportada pelo carrapato de patas negras. O carrapato precisa ficar no hospedeiro por cerca de 36 a 48 horas para a transmissão das bactérias ao hospedeiro, e os sintomas da doença começam cerca de 2 a 5 meses após a picada do carrapato.

É importante fazer uma verificação completa em seu animal e remover os carrapatos imediatamente após uma caminhada na floresta ou mata ou em outras áreas gramadas ou sombreadas onde os carrapatos possam residir. Nas áreas urbanas, isso pode incluir os parques para cães.

Os sintomas da doença de Lyme podem incluir febre , claudicação ( insuficiência de circulação sanguínea nos membros inferiores), mancada, dor / inchaço nas articulações, aumento dos linfonodos e letargia. A doença de Lyme pode progredir para doença renal , que pode ser fatal. (Ao contrário da doença em humanos, os cães NÃO desenvolvem erupções cutâneas.)

A doença de Lyme é geralmente diagnosticada através de exames de sangue. O teste inicial detecta a exposição ao agente do carrapato e se necessário, o veterinário pode fazer exames adicionais.

O tratamento de um cão, que teve resultado positivo no teste inicial, mas está saudável, permanece controverso entre alguns veterinários. Quando a decisão de tratar um cão com Lyme é tomada, os cães geralmente são tratados com antibióticos por 28 a 30 dias.

Existe uma vacina para a doença de Lyme. Embora alguns questionem sua duração e eficácia, a vacina pode reduzir a taxa e a gravidade da doença, caso apareça. Os donos de cães devem conversar com seu veterinário para determinar se a vacina é apropriada para seu animal de estimação.

Erliquiose canina

A erliquiose canina é encontrada em todo o mundo. É causada por vários tipos de carrapatos.

Os sintomas são: febre, falta de apetite e baixa de plaquetas sanguíneas (células que ajudam na coagulação do sangue), geralmente causa sangramento no nariz ou outros sinais de hematomas ou anemia.

Os sintomas começam cerca de 1 a 3 semanas após a picada de um carrapato infectado. Cães diagnosticados e tratados inicialmente podem ter um bom prognóstico, mas aqueles que passam para a fase crônica têm mais dificuldade em se recuperar.

Anaplasma

Anaplasma é uma doença causada por uma bactéria transportada pelo carrapato de pernas pretas. 

Os sintomas são semelhantes à doença de Lyme, embora os cães com Anaplasma geralmente apresentem plaquetas baixas no sangue que causam distúrbios hemorrágicos.

Febre maculosa 

A febre maculosa é uma das doenças transmitidas por carrapatos mais conhecidas que afetam cães e seres humanos. É transmitida por vários tipos de carrapato. Esta doença foi encontrada em grande parte da América do Norte, Sul e Central.

Os sintomas são: febre, falta de apetite, linfonodos inchados( gânglios linfáticos)e dor nas articulações. Plaquetas baixas, que ajudam na coagulação do sangue, são sintomas frequentes. Ocasionalmente, problemas neurológicos também podem ocorrer.

doença do carrapato
doença do carrapato

Babesiose

A babesiose é outra doença causada principalmente pela picada de um carrapato, mas também pode ser transferida pela mordida de cães, transmissão transplacentária (da mãe grávida para os futuros filhotes) e possível através da transfusão de sangue contaminado. O principal problema associado à babesiose é a “hemólise” ou a degradação dos glóbulos vermelhos.

Os sintomas são principalmente: letargia, gengivas pálidas, urina clara e icterícia de cor escura (pele ou esclera (branco dos olhos) de cor amarela ou laranja.

Bartonella

Bartonella é uma doença infecciosa que ocorre em cães e gatos e humanos. Também é conhecida como doença do arranhão do gato. A maioria das infecções geralmente ocorre após arranhões de gatos domésticos ou selvagens que foram infectados por pulgas. 

Hepato zoonose

A hepato zoonose é um pouco diferente das outras doenças do carrapato, pois a infecção é adquirida depois que um cão ingere um carrapato infectado.

Esta doença não é zoonótica; em outras palavras, as pessoas não podem pegar isso de cães infectados.

Os sintomas são: dor e dificuldade em ficar em pé ou se movimentar, febre, perda de massa muscular e anemia leve a moderada.

Esta doença é severamente debilitante e frequentemente fatal.

Aprenda a adestrar o seu cão Passo a Passo
O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento.

Conclusão:

A doença do carrapato é realmente uma ameaça não só para os cães mara também para os humanos.

Ela ocorre quando os carrapatos infectados com um patógeno mordem um cão ou humano e transmitem o patógeno ao hospedeiro. Não demora muito para que essas doenças sejam transmitidas ao hospedeiro; algumas transmissões ocorrem em menos de 3 a 6 horas após a picada inicial.

Para combater essas doenças, é importante aprender as melhores práticas atuais de prevenção, diagnóstico e tratamentos. As doenças transmitidas por carrapatos mais importantes que afetam os cães incluem erliquiose, anaplasmose, febre maculosa, hepato zoonose, babesiose, bartonelose, micoplasmose hemotrópica e doença de Lyme.

Os especialistas creem que mudanças recentes nas populações de carrapatos e o aumento do alcance de algumas espécies de carrapatos sejam causadas por uma combinação de mudanças climáticas, migração de animais hospedeiros e mudanças feitas pelo homem no meio ambiente.

Esse artigo é meramente informativo e não tem a intenção de substituir a consulta a um médico veterinário. Em caso de suspeita de alguma doença do carrapato em seu cachorro, procure um veterinário urgente.

Fontes:

https://www.akc.org/

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *