Como Cachorro Enxerga

Durante décadas, as pessoas pensavam que o cachorro enxerga apenas preto e branco, e é incapaz de distinguir cores. Será que o cão não pode ver a diferença de cor daquela bola azul que ele adora brincar ou ele apenas vê uma bola cinza escura?

como cachorro enxerga

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Como cachorro enxerga as cores?

Ver seu cão olhar para o céu azul ou para a grama verde, pode te fazer pensar como cachorro enxerga as cores. Será que ele está vendo o mesmo que você?

Levar seu cão ao parque ou para uma caminhada pode ser uma sinfonia para seus olhos, especialmente em tempos de mudança, como na primavera ou o outono.

Dos tijolos vermelhos dos muros às placas refletivas amarelas das ruas, nós, os humanos somos constantemente bombardeados por um ataque tecnicolor. Acontece, no entanto, que seu cão está vendo algo completamente diferente. Seu cão tem apenas uma pequena porcentagem da sua visão total, o que torna a percepção das cores muito mais restrita que a sua.

Então, o que causa essa falta de sensibilidade ocular? Que tipo de sensação o seu cão tem durante os momentos “bonitos”, como um nascer do sol? Leia mais para saber como cachorro enxerga as cores.

A retina do olho contém uma infinidade de células nervosas que podem ser divididas em duas categorias.

As hastes oculares detectam luz e movimento, enquanto os cones oculares percebem a cor.

Os olhos do seu cão contêm entre 1/9 e 1/12 desses cones oculares. Esses cones sensores de cores ficam na parte traseira do olho. Como os humanos têm muito mais desses cones, nós vemos o que consideramos um espectro de cores “completo”.

Quais cores o cão enxerga

como cachorro enxerga as cores
Como cachorro enxerga as cores

Os cães, no entanto, podem ver apenas três cores: azul, azul-violeta e amarelo. Para eles, qualquer outra cor aparece como cinza e sem características.

A diminuição das cores na visão canina foram cuidadosamente estudadas por muitos anos, principalmente pelo Dr. Neitz, professor da Universidade da Califórnia em Santa Barbara. Seu teste mais comum era mostrar aos cães painéis de luzes de cores diferentes. Os cães receberiam duas luzes coloridas que combinavam, e um terço de uma cor separada.

Os cães precisavam selecionar o painel de cores diferentes para receber um tratamento e passar para o próximo teste. Seus testes confirmaram o que até então só se suspeitava, que os cães veem basicamente em 3 tons totais.

Essa divergência na forma como os cães vêem a cor pode ser comparada à daltonismo vermelho-verde nos seres humanos.

O daltonismo humano decorre de defeitos genéticos específicos, em oposição a um traço nato. A pessoa geralmente não possui o gene que diz aos olhos para aumentar a quantidade necessária de cones. O daltonismo e seus efeitos são diferentes da condição natural dos cães, mas os resultados tendem a ser os mesmos.

Porque o cachorro enxerga melhor a noite

Embora os cães tenham muito menos cones do que os nossos, eles contêm quase o triplo da quantidade de bastões. Isso vem de seus primórdios antigos como caçadores.

Ser capaz de ver com pouca luz e ter um olho afiado aos pequenos movimentos a noite, permite que eles cacem pequenas presas mesmo no escuro.

Do ponto de vista evolutivo, a explicação científica mais aceita é que as cores vivas são importantes apenas para os herbívoros e onívoros. Como os cães eram e ainda são principalmente carnívoros, então enxergar as cores das frutas e legumes não era um hábito que eles precisam  desenvolver .

Em vez disso, a sua sensibilidade à luz melhorou para ver as presas a distâncias maiores. É perfeitamente possível que alguns ancestrais distantes dos cães modernos tenham conseguido enxergar as mesmas cores que nós. 

Os cães são míopes e não enxergam claramente a distâncias superiores a 6 metros. Portanto, embora sejam capazes de detectar movimentos a grandes distâncias, eles não têm a capacidade de diferenciar entre uma pessoa e uma pequena árvore até que estejam bem próximos.

Visão x olfato

Um ponto importante a considerar aqui é que seu cão não depende tanto da visão quanto de seus outros sentidos. O olfato é principalmente o sentido mais importante do seu cão. É a principal maneira do seu cão entender o mundo ao seu redor. Seu nariz é na verdade um oposto de seus olhos, pois eles podem sentir um odor em um espectro muito mais amplo do que os humanos. Por isso eles podem sentir pessoas vindos de longe, saber onde as coisas foram enterradas e encontrar locais que foram marcados por eles mesmos ou por outros animais. Esta é mais uma característica natural do DNA do seu cão.

Conclusão:

O cachorro enxerga algumas cores, mas não todas. E estranhamente, a visão deles é muito parecida a de um humano, apenas de uma maneira mais limitada.

Embora isso normalmente não seja um problema, atenção especial deve ser dada se seu cão ficar incomodado com a luz direta do sol, pois pode estar sofrendo de cegueira solar.

Fonte:

https://wagwalking.com

Aprenda a adestrar o seu cão Passo a Passo
O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento.

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *