Cachorro Pode Comer Sardinha?

cachorro pode comer sardinha

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Meu cachorro pode comer sardinhas?

As sardinhas estão entre os menores peixes comestíveis, mas, nutricionalmente falando, são gigantes. As sardinhas são repletas de proteínas, ácidos graxos ômega-3 e coenzima Q10 (CoQ10) e têm menos mercúrio do que muitos peixes maiores, mas será que seu cachorro pode comer sardinha? Leia mais para saber…

A reposta para essa pergunta é: Sim! Seu cão pode comer sardinha fresca ou enlatada.

Cachorro pode comer sardinha enlatada?

As sardinhas enlatadas são uma ótima fonte de proteínas, ácidos graxos ômega-3 e coenzima Q10.

Por serem pequenas e de baixo nível na cadeia alimentar, as sardinhas contêm quantidades mínimas de mercúrio em comparação com os peixes maiores.

Os ácidos graxos ômega-3 tem vários benefícios para a saúde não só dos humanos, mas também dos cães. Elas diminuem a inflamação e reduz o risco de várias doenças.

A coenzima Q10 é excelente para o desenvolvimento neural e saúde bucal do cão, o que torna a sardinha um excelente alimento para filhotes de cachorros em fase de crescimento.

As sardinhas são seguras para os cães comerem e podem ser um petisco saboroso ou acrescentado uma alimentação nutricionalmente equilibrada. 

Benefícios da sardinha para seu cão

Veja como obter o máximo deste peixinho para seu cão.

As sardinhas são pequenos peixes prateados de 15 a 30 centímetros de comprimento, vindos da família do arenque.

Encontradas nos mares abertos ao redor do globo, as sardinhas estão entre os frutos do mar mais saudáveis e baratos.

Como as anchovas e o atum, as sardinhas são peixes gordurosos e oleosos que, embora sejam vendidas em lata, também podem ser comprados congelados ou frescos.

Além de ser rica em proteínas, a sardinha é rica em ácidos graxos ômega-3, nutrientes que comprovadamente proporcionam benefícios para a saúde do coração, e CoQ10. um antioxidante que também é bom para o coração e para o sistema neurológico. Além disso as sardinhas também contêm muitas vitaminas B12 e D, cálcio e selênio.

As sardinhas são seguras para os cães comerem?

As sardinhas são uma ótima guloseima ou pode ser usada como cobertura da ração para a maioria dos cães com peso normal.

Por serem ricos em gordura, provavelmente não são o melhor alimento para cães com excesso de peso. Principalmente os cães que estão em dieta ou tem estômago sensível.

Também, se o seu cão já teve um surto de pancreatite no passado ou é predisposto à ter inflamação do pâncreas, é melhor evitar a sardinha.

As sardinhas contêm mercúrio?

Ao contrário de alguns peixes maiores que são ricos em mercúrio, um metal pesado que pode ser tóxico em grandes concentrações, a sardinha contém relativamente pouco mercúrio.

Na cadeia alimentar, as sardinhas não consomem outros habitantes do mar que contêm mercúrio e não vivem o suficiente para que as toxinas com as quais entram em contato se acumulem em grande quantidade.

Cachorro pode comer sardinha com osso?

Algumas sardinhas são vendidas inteiras ou com ossos ainda dentro. Esses ossos são minúsculos e comestíveis; nas sardinhas enlatadas, eles amolecem tanto no processo de cozimento sob pressão que são praticamente imperceptíveis.

Os ossos das sardinhas frescas ou congeladas, no entanto, podem ser mais duros e mais propensos a fraturar e formar pontas afiadas com as quais um cachorro pode se sufocar. Por segurança, ao comprar sardinhas frescas ou congeladas para cães, escolha os filés desossados ​​em vez de peixes inteiros.

Qual é a melhor maneira de meu cachorro comer sardinhas?

Sardinhas frescas, congeladas e enlatadas são boas opções de petiscos para cães, ou misturada com a ração, ou para ser incluída em uma alimentação caseiras para cães.

Que tipo de sardinhas devo escolher?

Filé de sardinha desossada fresca ou congelada
Sardinhas enlatadas em água ou molho de tomate, não em óleo. Como a sardinha já é um peixe oleoso, a gordura do óleo de soja é menos saudável.
Sardinhas simples, sem tempero e sem conserva

Como preparar sardinha para o cachorro?

Se você comprou sardinhas enlatadas, elas podem ser dadas para o seu cão direto da lata.

As sardinhas desossadas também não requerem preparação especial. Ambos podem ser oferecidos inteiros ou cortados em pedaços. A água em que as sardinhas são embaladas também pode ser adicionada a ração para dar um toque de sabor.

Se as únicas sardinhas enlatadas que você puder encontrar forem aquelas embaladas em óleo, elas ainda podem ser dadas ao seu cão, mas com moderação. Drene o excesso de óleo primeiro, removendo o peixe da lata e, em seguida, coloque sobre uma toalha de papel por algumas horas, virando-as regularmente.

As sardinhas frescas ou congeladas devem ser cozidas antes de serem dadas ao seu cão. A maneira mais conveniente de preparar é assando no forno sem nenhum tempero ou sal.

Como as sardinhas contêm seu próprio óleo, elas também podem ser fritas na frigideira, sem qualquer gorduras ou tempero.

Qual a quantidade de sardinha que seu cão pode comer?

As sardinhas são alimentos integrais saudáveis ​​e saborosos, mas não devem substituir a ração para cães, que são formuladas especialmente para a nutrição canina.

A menos que você alimente seu cão com comida caseira , caso em que a sardinha pode fazer parte de uma receita nutricionalmente apropriada).

A sardinha também não deve ser usada ​​no lugar de um suplemento diário de ômega-3 ou CoQ10 recomendado pelo veterinário. Sardinhas mesmo combinadas com a ração ou outras guloseimas, não devem representar mais do que 10% das calorias diárias do seu.

Ao dar sardinhas ao seu cão pela primeira vez, comece devagar. Ofereça um ou dois pedaços pequenos e fique de olho quanto a náuseas, vômitos ou diarreia.

Se você alimenta seu cão com sardinhas regularmente, fique atento a qualquer ganho de peso que possa ocorrer devido ao alto teor de gordura do peixe.

Fonte: https://www.rover.com/blog/can-dog-eat-sardines/

Aprenda a adestrar o seu cão Passo a Passo
O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento.

ASSINE NOSSO SITE E RECEBA EM SEU E-MAIL OS NOVOS ARTIGOS

LEIA TAMBÉM:

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Gostou desse artigo? Deixe um comentário

Rolar para o topo
%d blogueiros gostam disto: