8 Motivos do Seu Cachorro Lamber a Pata Sem Parar

Seu cachorro lambe a pata constatemente porque pode estar ansioso, triste ou deprimido. Ou pode ser alguma doença, alergia ou pele seca, mas há formas de tratamentos para evitar isso.

8 Motivos do Seu Cachorro Lamber a Pata Sem Parar

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Porque o cachorro lambe a pata?

É muito frustrante quando você assiste seu cachorro lambendo as patas de maneira incessante e obsessiva, principalmente quando eles perdem o interesse em tudo o que está ao seu redor.

Há razões específicas para esse comportamento e você, como proprietário, tenta descobrir qual pode ser o problema. Se o comportamento aparecer repentinamente e continuar por um longo período de tempo ou for acompanhado de sangramento, inchaço, mancada ou odor, a melhor coisa a fazer é procurar um veterinário e investigar de forma correta.

Embora seja normal que os cães cuidem de suas patas de vez em quando, lamber demais é muitas vezes indicativo de um problema. Não deixe que seu a mania de lamber as patas do seu cachorro fique fora de controle. Às vezes, pode se tornar um hábito viciante, difícil de controlar.

Os cães que lambem as patas excessivamente frequentemente desenvolvem manchas no pelo dos pés (se forem de cor clara) e, às vezes, podem até desenvolver feridas vermelhas, inchadas ou inflamadas que podem ser difíceis de tratar.

O que significa quando um cachorro lambe ou morde as patas o tempo todo?

  1. Dor
  2. Alergias
  3. Problemas gastrointestinais
  4. Tédio
  5. Ansiedade
  6. Desequilíbrio hormonal
  7. Pele seca
  8. Pulgas e carrapatos

1. Dor

Lambendo apenas uma pata

Se seu cachorro de repente começa a lamber as patas, isso geralmente indica dor, especialmente se ele estiver lambendo apenas uma.

Se ele lambe apenas uma pata, isso geralmente indica que a fonte do problema está ali nessa pata. A dor nessa pode ser causada por qualquer coisa, como feridas, picadas de insetos, um espinho, um pedaço de vidro , uma unha quebrada e etc.

Lambendo a pata e mancando

Se você perceber que seu cão está mancando e mesmo assim não vir nada na pata dele, não ignore. Leve o seu animal ao veterinário o mais rápido possível. Às vezes, pode haver algo acontecendo em um nível mais profundo, como uma entorse muscular ou algum tipo de inflamação ou fratura, especialmente se ele lambe a pata e manca.

2. Alergias ou infecção por fungos

A lambida crônica geralmente é atribuída a alergias que podem ser causadas por praticamente qualquer coisa. Pode ser a comida, os produtos químicos em seu quintal, seus produtos de limpeza de carpetes, ervas daninhas e muito mais.

Por exemplo, se o seu cachorro lambe as patas depois de caminhar, é provável que o prurido seja causado por pesticidas encontrados na grama ou no mato com ervas e ervas daninhas. Limpe as patas do seu cão com um pano úmido depois de dar um passeio para evitar mais irritações.

Encontrar a verdadeira causa da coceira pode ser muito frustrante. Pode ser necessário um enorme trabalho de investigação para descobrir ao que seu cão é alérgico, e é melhor fazer um exame de sangue com o veterinário para que você possa tratar a causa raiz do problema, em vez de apenas dar anti-histamínicos (anti alérgicos) para cobrir o problema.

Se você suspeitar de uma infecção por fungos, geralmente é causada por uma dieta pobre. Às vezes, o tratamento mais simples para queda de pelo e coceira é trocar a comida do seu cão . Assim sempre dê alimentos de qualidade, ricos em nutrientes e vitaminas específicos para a idade e raça do seu cão, pois pode ser benéfico para o intestino e a pele do seu animal.

Causas e tratamento para alergias caninas

Causas Tratamentos
Comida Ingredientes comuns que causam reações alérgicas incluem carne bovina, frango, porco, milho, trigo e soja. Eles também podem ser alérgicos a temperos artificiais. Peça ao veterinário para fazer um teste de alergia alimentar. Evite alimentos comerciais baratos e tente alimentá-los com uma dieta totalmente natural.
Tigela de água / Grama / Ervas daninhas e pólen  Lave as tigelas de comida e água com freqüência. Não deixe seu cão sair para o quintal durante a alta temporada de pólen ou logo após cortar o gramado. Limpe os pés do seu cão com um pano úmido depois de dar um passeio para evitar mais irritações.
Ácaros Passe um aspirador de pó ou limite seu cão de ficar em áreas com carpete ou tapetes. Lave a roupa de cama do seu cão semanalmente. Troque os filtros do  do ar condicionado.
Medicamentos Alguns medicamentos podem causar alergias, fale com o veterinário sobre os sintomas e efeitos colaterais dos remédios que seu cão esteja tomando.
Produtos de controle de pulgas, produtos de limpeza e perfumes Evite usar aromatizadores, perfumes de ambientes e amaciantes de roupas na roupa de cama do seu cão.
Sabonetes e shampoos  Não use sabonetes nem shampoo humano em seu cão.
Borracha ou material plástico Use tigelas de água e comida de vidro ou aço inoxidável e mantenha sempre limpos, livres de restos ou lodo.
Nosso site não tem nenhuma forma de apoio financeiro de empresas ou governos ou ONGs e precisamos da sua ajuda para continuar a manter nosso projeto funcionando. Todas as informações são gratuitas, não cobramos assinaturas ou pagamentos para passar a nossos leitores as melhores informações. Toque ou clique na imagem acima para apoiar nosso projeto!




3 . Problemas gastrointestinais

Um cachorro que lambe as patas excessivamente às vezes pode estar sofrendo de problemas gastrointestinais. De acordo com um estudo clínico realizado por um grupo de pesquisadores, 19 cães que lambiam as patas de forma excessiva foram comparados com 10 cães saudáveis.

Além de coletar históricos médicos e comportamentais e realizar um exame físico e neurológico completo, os cães foram submetidos a ultrassonografia abdominal, exame endoscópico e biópsias do estômago e do duodeno.

A pesquisa revelou que 14 dos 19 cães que tinham o vicio de lamber as patas apresentaram algum tipo de anormalidade gastrointestinal, como infiltração linfocítico-plasmocítica, pancreatite crônica e algum corpo estranho no estomago.

4. Tédio

Os tempos modernos criaram um ambiente de tédio para os cães. Uma vez acostumado a caminhar e caçar por até 10 horas por dia, hoje em dia os cães geralmente são deixados em casa em um pequeno quintal, ou, pior ainda, em uma casinha por muitas horas por dia. As raças que tem mais energia podem ficar frustrados e, muitas vezes, se envolver em atividades destrutivas que podem incluir lamber as patas e morder as patas.

Tratamento:

Não deixe seu cão em casa sozinho por longos períodos de tempo.
Se você precisar realmente, deixe brinquedos para manter ele ocupado.
Leve seu cão para brincar, passear e se exercitar por pelo menos 30 minutos por dia.
Permita que seu filhote se socialize com outras pessoas e outros cães.
Não mantenha seu cão confinado a uma caixa ou amarrado no quintal.

5. Ansiedade

Cães ansiosos muitas vezes tentam encontrar alívio lambendo as patas excessivamente. As causas dessa ansiedade podem variar de ansiedade a separação até distúrbios obsessivo-compulsivos. Dessa maneira, lamber as patas ou se morder é semelhante as pessoas que roem unhas.

Os cães costumam lamber as patas antes de dormir. Esta é apenas a maneira de relaxar e se acalmar. Se não houver vermelhidão ou inchaço, esse tipo de lamber as patas não deve ser uma preocupação.

Causas de Ansiedade:

  • Tédio
  • Falta de exercício físico
  • Depressão
  • Separação do proprietário por longos períodos de tempo
  • Doenças

Se o hábito de lamber a pata se torna compulsivo e excessivo, os cães podem desenvolver úlceras , conhecida como granuloma. “Ainda não se sabe completamente se os granulomas são causados pela ansiedade ou se a ansiedade causa os granulomas.

6. Desequilíbrio hormonal

Quando um cão tem um desequilíbrio hormonal, ele produz muito cortisol (também conhecido como doença de Cushing ) ou não produz hormônio tireoidiano suficiente (hipotireoidismo), o que causa manchas vermelhas, calvície e pelos quebradiços. Lamber essas manchas vermelhas irritadas ou manchas carecas pode levar a uma infecção nas patas.

7. Pele seca

A pele seca pode ser específica da raça ou causada por excesso de banho ou ambiente seco.

Específico da raça: As raças sem pelos geralmente são propensas a ter mais doenças de pele porque não têm a proteção natural do pelo. As raças desta categoria incluem o Cão de Crista Chinês, o Cão Pelado Mexicano e o Terrier Americano sem pelo.
Clima: A pele seca também é comum entre os cães que vivem em climas frios e secos. Se for esse o caso, peça ao seu veterinário que prescreva uma loção ou óleo natural para cães para aliviar a secura. Se você está preocupado que os óleos baguncem sua casa, então dê a seu cão vitaminas e suplementos para a pele seca .
Excesso de banho: você deve evitar banhos excessivos e o uso de sabonetes humanos agressivos.

8. Pulgas ou carrapatos

Pulgas e carrapatos causam coceira intensa que pode levar seu cachorro a lamber e morder compulsivamente as patas. Além disso pode piorar ainda mais se o seu cão é alérgico a pulgas. Além de usar inseticidas e medicamentos contra pulgas, certifique-se de livrar sua casa das pulgas. Se seu animal de estimação é alérgico a produtos de limpeza ou medicamentos para pulgas, existem maneiras não tóxicas de se livrar das pulgas e impedir que elas voltem.

Como fazer seu cachorro parar de lamber a pata

Remédios caseiros para coceira nas patas

Se o seu cão tem alergias ou está com a pele seca, use um vaporizador ou umidificador em sua casa. O vapor traz de volta a umidade ao ar seco e também evita que as passagens nasais do seu cão se entupam com o muco. Certifique-se de limpar o umidificador para evitar mofo; caso contrário, a irritação pode piorar.

Coloque a pata do animal de molho com água morna e iodo povidona (Povidine ). O iodo da povidona é não tóxico, mas é antifúngico e antibacteriano . Mergulhe as patas do seu cão nessa solução por um minuto. Em seguida, seque bem as patas dele e aplique uma pomada ou óleo natural (como o azeite ou óleo de coco) para mantê-las hidratadas.

Use um spray de vinagre de maçã diretamente nas patas do seu cão. Mas, não faça isso se houver feridas abertas, pois isso irá doer. Você também pode colocar uma colher de sopa de vinagre na comida do seu cão e ver se a irritação melhora depois de uma semana. Caso contrário, consulte seu veterinário.

Faça um banho de água morna e sal de Epson (sal amargo) por 30 minutos. O sal amargo restaura o nível de pH natural da pele, o que ajuda a matar as bactérias ruins que estão causando inflamação.

Dê ao seu cão um suplemento de óleo de peixe de alta qualidade, rico em ácidos graxos ômega. O óleo de peixe fortalece o sistema imunológico e a saúde geral do seu cão.

LEIA TAMBÉM:

Aprenda a adestrar o seu cão Passo a Passo
O seu cachorro está impossível e você não sabe mais o que fazer? Neste guia você irá aprender como adestrá-lo resolvendo os seus principais problemas de comportamento.

Fontes:

1. Peter Kintzer DVM, DACVIM, “Itchy, Itchy! Atopic Dermatitis in Dogs,” Pet Health Network. July 2, 2014. Accessed September 27, 2017.

2. “Allergies in Dogs,” PetMD. 2014. Accessed September 27, 2017.

3. Amy Flowers, DVM, “Dogs and Compulsive Scratching, Licking, and Chewing,” PetMD. May 20, 2016. Accessed October 3, 2017.

4. Anna Burke, “Dry Skin on Dogs: Causes, Symptoms & Treatment,” American Kennel Club. May 19, 2016. Accessed October 3, 2017.

5. “Baldness and Hormone-Related Skin Disorders in Dogs,” PetMD. 2017. Accessed October 4, 2017.

6. Dr. Karen Becker, “The Huge Benefits of Foot Soaks for Dogs,” Huffington Post. September 5, 2012. Accessed October 4, 2017.

Nosso site não tem apoio financeiro e dependemos de você para poder continuar. Ajude compartilhando esse artigo em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *